Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / PARAPENTE

Brasileiro morre após equipamento estourar durante salto de parapente no segundo maior pico do mundo

Brasileiro falece aos 55 anos após paraquedas se romper durante salto de parapente na segunda maior montanha do mundo, no Paquistão; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 05/07/2024, às 13h48

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Brasileiro morre após equipamento estourar durante salto de parapente no segundo maior pico do mundo - Reprodução/Instagram
Brasileiro morre após equipamento estourar durante salto de parapente no segundo maior pico do mundo - Reprodução/Instagram

O brasileiro Rodrigo Chaddad Raineri morreu aos 55 anos em Shigar, no norte do Paquistão, depois que o equipamento que ele utilizava durante um salto de parapente se rompeu. A região asiática abriga grandes picos, incluindo o segundo maior do mundo, o K2, para onde turista estava indo.

De acordo com informações da Agence France-Presse (AFP), o paulista, natural de Ibitinga, estava em um grupo de 7 pessoas de várias nacionalidades que estavam caminhando para o acampamento base da montanha. Ele, todavia, foi o único que escolheu realizar o salto de parapente. 

O porta-voz da Polícia local, Muhammad Nazir, afirmou que Rodrigo despencou e faleceu depois que o paraquedas que ele estava utilizando se rompeu. "Quando ele começou a voar de parapente, seu paraquedas estourou e ele caiu", disse a autoridade à AFP.

O corpo do paulista foi recuperado e será enviado ao Brasil, após contato com a família. Rodrigo era amante de esportes e já havia saltado de parapente outras vezes, incluindo durante a viagem pelo Paquistão. 

rodrigo Chaddad

HOMEM ENCONTRA ESPOSA DESAPARECIDA DENTRO DE COBRA DE 9 METROS

Um homem que procurava pela esposa desaparecida na vila de Siteba, província de Sulawesi do Sul, na Indonésia, encontrou o corpo da companheira de 36 anos no ventre de uma cobra píton de 9 metros, nesta quarta-feira (3).

O indonésio, identificado apenas como Idul, estava buscando pela esposa, chamada Siriati, desde a manhã desta terça (2), quando a moça saiu de casa para comprar remédios para o filho do casal que está doente. 

Ele se deparou com a calça e os sapatos da esposa a cerca de 500 metros da casa da família. Perto dos pertences, Idul avistou a cobra ainda viva. Ele, então, pediu ajuda a vizinhos para abrir o estômago da serpente, onde estava o corpo de Siriati.