Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / SAÚDE

Jovem desenvolveu doença que afeta os movimentos do estômago após comer hambúrguer

Publicitária desenvolveu gastroparesia após comer lanche em hambugueria em São Paulo; saiba mais

Redação CONTIGO! Publicado em 10/07/2024, às 18h59

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Jovem desenvolveu doença que afeta os movimentos do estômago após comer hambúrguer - Reprodução/Tik Tok
Jovem desenvolveu doença que afeta os movimentos do estômago após comer hambúrguer - Reprodução/Tik Tok

A publicitária Nara Gregorini, de 24 anos, teve a vida completamente alterada após comer um X-burguer em uma hamburgueria em São Paulo em abril de 2022. A jovem desenvolveu uma intoxicação alimentar e, em decorrência dela, gastroparesia, doença que afeta o funcionamento dos músculos do estômago e prejudica o funcionamento adequado do órgão. 

Em depoimento ao UOL, ela se abriu sobre o ocorrido. "Em março de 2022, fui a um restaurante em São Paulo (SP), que estava sendo bastante comentado nas redes sociais. Chegando lá, pedi um X-burguer tradicional, que vem só pão, carne e queijo", iniciou ela. 

A moça contou que começou a passar mal um dia depois da refeição. Sem conseguir andar ou ficar de pé, ela foi levada até o hospital, onde permaneceu internada por 5 dias sob o diagnóstico de intoxicação alimentar: "Foram feitos diversos exames e os médicos disseram que eu estava com intoxicação alimentar por causa do que comi. E por causa dessa intoxicação estava com infecção no estômago e no intestino".

Mesmo após receber alta, Nara continuou sentindo fortes dores abdominais, enjoo, além de dificuldade para se alimentar. Em pouco tempo, ela perdeu 13 quilos, passando dos 58 quilos para os 45 quilos, isso em meio a visitas semanais ao hospital. 

"Sem saber exatamente o que tinha, comecei a ir a diversos médicos em busca de um diagnóstico. Fui a mais de cinco profissionais, fiz diversos exames e ninguém descobria o que causava tantas dores abdominais e os vômitos constantes", recordou ela.

Cerca de 1 ano após comer o hambúrguer, Nara foi diagnosticada com gastroparesia, cujo desenvolvimento, segundo ela, foi consequência da intoxicação alimentar: "Essa condição faz com que meu estômago não digira os alimentos da forma correta. Se uma pessoa leva duas horas para digerir uma refeição, eu demoro cinco, por exemplo".

Em função da gastroparesia, ela tem que seguir uma dieta bastante restrita: "Sigo uma alimentação muito saudável. Não posso comer nada que tenha gordura, doce e fritura. Para ter uma qualidade de vida um pouco melhor, tomo remédios antes de cada refeição para tentar ajudar na digestão". Além disso, Nara segue tendo que ir com frequência ao hospital em função de crises agudas.

A gastroparesia, também conhecida como síndrome de atraso no esvaziamento gástrico, provoca a limitação ou paralisação dos movimentos do estômago, dificultando a digestão dos alimentos. Não se sabe exatamente o que provoca o surgimento da condição, mas ele está relacionado a danos nos nervos que atuam na região do estômago.

@naragregorinicv#fyp#fy#restaurante#🏳️‍🌈#gastro#gastroparesis#fypシ#sick♬ som original - Nara Gregorini

HOMEM É PRESO NA CHINA COM MAIS DE 100 COBRAS NOS BOLSOS

Um homem foi preso na China após tentar cruzar a aduana entre Hong Kong e Shenzen com mais 100 de cobras nos bolsos das calças. As serpentes estavam em sacos herméticos. O país é um dos centros mundiais de tráfico de animais. 

Segundo as autoridades locais, o homem estava vindo de Hong Kong, região semi-autônoma. Na alfândega, ele entrou na fila de 'nada a declarar'. Quando os policiais o revistaram, todavia, encontraram as bolsas cheias de cobras. 

"Durante a inspeção, os funcionários da aduana descobriram que os bolsos das calças que o passageiro estava usando continham seis sacolas de tecido lacradas com uma fita. Assim que abertas, descobriu-se que as sacolas continham cobras vivas de todos os tipos e tamanhos", relatou o órgão, em nota.