Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / ABSURDO!

Paciente de 56 anos morre após ser espancado em clínica de São Paulo

Paciente morre após ser brutalmente agredido por funcionário de clínica em que estava internado; confira!

Renata Garre
por Renata Garre
[email protected]

Publicado em 10/07/2024, às 08h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Paciente de 56 anos morre após ser espancado em clínica de São Paulo - Reprodução/Instagram
Paciente de 56 anos morre após ser espancado em clínica de São Paulo - Reprodução/Instagram

Um homem de 56 anos veio a falecer na segunda-feira (8) após ser brutalmente agredido. A vítima estava sob cuidados na Comunidade Terapêutica Efatá, uma clínica localizada em Cotia, região metropolitana de São Paulo. O local é destinado à recuperação de dependentes químicos.

O principal acusado de cometer a agressão é Matheus de Camargo Pinto, de 24 anos, até então funcionário da instituição onde o caso ocorreu. Sua detenção aconteceu imediatamente após o ato, sob a acusação de tortura. De acordo com as investigações conduzidas pelo delegado Adair Marques CorreaJunior, da Delegacia Central de Cotia, surgiu uma informação alarmante: Matheus ocupava a posição de terapeuta sem possuir qualquer qualificação formal para tal função.

A liderança da clínica, representada pelo Pastor Cleber, expressou surpresa diante das acusações, enfatizando que o estabelecimento sempre prezou pela paz e pelo tratamento digno dos pacientes. "Eu fiquei sabendo a partir do momento que a gente viu ele caído com os hematomas. Foram passados relatos anônimos de que o Matheus agrediu o paciente", contou ele em entrevista ao Brasil Urgente, da Band.

A vítima, identificada como Jarmo Celestino De Santana, foi levada por funcionários da clínica ao Pronto-Socorro de Vargem Grande Paulista, mas não resistiu aos ferimentos. Vale lembrar que o UOL teve acesso a um vídeo do momento. Na ocasião, o homem aparece com as mãos amarradas para trás, preso a uma cadeira.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, os dois funcionários da comunidade terapêutica que levaram a vítima ao pronto-socorro prestaram depoimento na Delegacia Central de Cotia e relataram que Jarmo foi agredido dentro do local. Além disso, a Polícia teve acesso a um áudio em que Matheus confessa o ato.

"Cobri no cacete, chegou aqui na unidade, pagar de brabo... cobri no pau. Tô com a mão toda inchada", diz ele. Depois, em depoimento, ele tentou se justificar. "As agressões foram praticadas pelo Matheus, com possível participação de outras pessoas. O Matheus confessou que agrediu o dependente, mas afirmou que foi para contê-lo porque ele estava exaltado e agressivo", revelou o delegado do caso.

Agora, a Polícia Civil de São Paulo vai ouvir e investigar se outros funcionários estão envolvidos. Os 28 pacientes da clínica de reabilitação também terão que prestar depoimento. A família da vítima já foi ouvida.

CICLISTA MORRE APÓS SER ATINGIDO POR RODA DE CAMINHÃO

Uma tragédia abalou os moradores de Guarulhos na manhã do último sábado (6), quando um grave acidente resultou na morte de um ciclista de 29 anos e deixou outro gravemente ferido na rodovia Ayrton Senna, próximo à cidade, na grande São Paulo. O incidente foi causado pela perda de uma roda de um caminhão em movimento, que, após se soltar, atingiu os dois ciclistas que compartilhavam o trecho da via.

De acordo com relatos oficiais da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), o acidente aconteceu por volta das 6h50 da manhã. "Durante a circulação pela faixa 4 do Corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-070), o veículo pesado teve uma de suas rodas desprendidas. Esta cruzou a barreira metálica e colidiu com os esportistas", detalhou a agência em comunicado.