Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / BRASIL

Polícia faz descoberta sobre dona de clínica que fez procedimento estético em influenciadora

Influenciadora morreu após fazer procedimento estético no bumbum

Redação Contigo! Digital Publicado em 04/07/2024, às 18h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Grazielly da Silva Barbosa fez procedimento no bumbum de Aline Maria Ferreira da Silva - Foto: Reprodução/Instagram
Grazielly da Silva Barbosa fez procedimento no bumbum de Aline Maria Ferreira da Silva - Foto: Reprodução/Instagram

A influenciadora digital Aline Maria Ferreira da Silva, de 33 anos, morreu na terça-feira, 2, após se submeter a uma procedimento estético para aumentar os glúteos. A técnica usada pela dona da clínica, Grazielly da Silva Barbosa, foi a aplicação de PMMA.

De acordo com informações da Polícia Civil, Grazielly se apresentava como biomédica, mas nunca pisou numa faculdade de biomedicina na vida. Apesar disso, ela liderava a clínica de estética Ame-se, localizada em Goiânia, onde oferecia diferentes procedimentos.

A clínica não tinha alvará de funcionamento e tão pouco um responsável técnico, o que além da morte da influenciadora implicou na interdição do local. Investigadores que atuam no caso descobriram que a empresa não tinha prontuários dos pacientes e não realizava anamnese.

Leia também:Mulher saiu de casa sozinha para comprar remédios na farmácia quando foi surpreendida por cobra

"Lá não tinha prontuário de paciente nenhum. A pessoa pagava, fazia o procedimento e ia embora. Não eram requisitados exames prévios e não tinha contrato de prestação de serviço formalizando a relação entre o prestador e o consumidor", explica Débora Melo, delegada responsável pelo caso, ao g1. 

A falsa biomédica foi presa enquanto realizava um procedimento de limpeza de pele em uma paciente. Em depoimento à polícia, ela disse que cursou três semestres de medicina no Paraguai e tentou explicar ter feito cursos livres de estética. Ela, no entanto, não tem nenhum certificado que comprove a afirmação.

A influenciadora passou pelo procedimento estético no dia 23 de junho, foi internada no dia 29 após relatar fortes dores e morreu três dias depois em um hospital particular de Brasília. A suspeita é que Aline teve uma infecção generalizada decorrente do procedimento.

A defesa de Grazielly ainda não se pronunciou. Ela deve ser investigada por exércio ilegal da profissão, já que não tinha autorização e nem estudo para realizar procedimentos estéticos invasivos ou não.